terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

El Jardin

Foi assim. Tirei um por um. Eliminei aqueles que já não tinham mais sentido. Reguei aqueles que tinha dúvida. Alguns floriram, outros não. Colhi as flores do jardim e limpei a sujeira. O jardim está lá, pronto para ser plantado, cultivado e colhido. A chuva não castiga para aqueles que sabem a hora certa de tomá-la. E preocupada com jardim, perdi as contas de quantos dias a chuva me encharcou.

O jardim respirou com o novo muro que construí. Pronto para ser grafitado. Novos sprays, novos grafites. Dessa vez, nenhum invisível.

A sombra fala aquilo que você não quer ser. E às vezes, sem perceber, você se torna a sombra. É uma opção de escolha, como tudo na vida.

Às vezes as escolhas são feitas por você, às vezes não.

A vida sem pedir licença, te dá uns beliscões, e quando mesmo assim, você não acorda, ela delicadamente te dá alguns tapas na cara.

E quando você abre os olhos, ela te sorri.

No jardim, apenas uma flor cresce com resistência aos novos ventos. Ela tem nome, mas isso, eu conto depois.

3 comentários:

Kel disse...

Sempre esse jardim, nao é mesmo, flor? Sei que ele tá sendo preparado para uma boa colheita, sem tempo, sem pressa. E a curiosidade de saber o nome dessa flor!!! Beijos e te mando também um regadorzinho de beijos para suas plantinhas.

Anônimo disse...

pekena, pekena... é sempre bom ler seus textos... me trazem d volta a minha realidade, ao meu jardim...

tome conta do seu direitinho... plante, regue, corte as ervas daninhas... e verá q as flores cresceram cada dia mais lindas e mais fortes... nem q seja apenas uma flor... verá q suas cores, sua Luz, sua Energia irradiará... e iluminará assim todo o seu jardim...

Se cuida e continue sendo esta pessoa maravilhosa q você é!!!

E saiba q lhe considero uma das flores mais lindas do MEU jardim...

Beijão d quem t ama Muuuuuito...

Fettinha!

Dilly ♥ disse...

Seem ocmentários *-*
Belísismo post!