sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

As cartas na mesa

A chuva é anunciada pelo seu barulho. Sem tristeza, as gotas grossas começam a cair. Sem medo, a gente comemora na piscina com copos de cervejas, que adicionado pingos de chuva torna-se um sabor indescritível. No fundo o som no talo. Na frente um escorregador carregado de energias passageiras. Sim, é nessas horas você vê quem está realmente do seu lado. Porque aquele que deita ao seu lado para assistir um filme e assim se proteger da chuva, não sabe o que faz. Talvez seria o medo. Mas, só talvez. Às vezes, é falta de atitude mesmo. O dia então, mais uma vez, torna-se único. Assim como quase todos, mas cada um com sua proporção. O que vai ser de amanhã? Não sei. Já está um pouco longe para tentar fazer um chute. E mesmo assim, numa mesa com quatro pessoas, você grita em meus ouvidos: truco!!! Mas grita truco confiante demais. Talvez o seu parceiro tenha passado um sinal errado. Talvez. Ousadia sem planos. Caiu na rede. Virou peixe morto. Grito seis sem olhar para minha parceira. Aí, teriam vários motivos. Podemos citar um só: confiança. Sabe o que faz. Ela enrola, coça a cabeça, faz cara de mau e grita: nove!! Poderia eu, com toda confiança da parceira, ser um pouco arrogante e gritar: doze!! Mas a sutileza de dizer: desce; é maior. O parceiro dela, sem nada nas mangas, abaixa o jogo, que de jogo, não tem nada. Minha parceira, com sorriso estampado no rosto mostra apenas o três; a outra gargalhando, mostra o copas. Eu, sem sorrir, abaixo o zap junto com espadas. Mas você não entende nada sobre truco, né? Esqueci! Poderia então exemplificar com Poker, mas você também não entende nada de Poker. Assim fica um pouco difícil, porque na verdade, um jogo de cartas pode muito bem te ensinar a viver. Sendo assim, creio que seria melhor você começar por algo mais fácil: experimente a cerveja com gotas de chuva, vai por mim, o sabor é indescritível.

4 comentários:

Luís Pereira disse...

adorei esse texto. Foda!!!!!

Kel disse...

Prefiro este conselho mesmo porque cartas nunca foram meu forte. Vou levar um barulho pra ver se me distraio jogando rouba-monte com Joselito em Lanzarote. Se bem que, se a previsao se confirma, nao teremos tempo para coisas deste estilo...rs...
Beijos!

Zizia disse...

Cara me ensina qual eh o segredo, falamos de tudo isso e vc conseguiu transportar perfeitamente para o blog....ate ai beleza...vc eh uma escritora talentosissima....agora depois do estadinho que te vi ontem querida....voce ter as ideias claras assim na manha seguinte! Congrats! Ninnnnnnnnnnja

Zizinha disse...

Osama, valeu amigo! Poker é com vc mesmo!

Keke querida, saudade de vc!! Beba cerveja com flocos de neve, deve ser melhor ainda.

Zizia, nos vimos ontem? hahaha. Foi aquele drink do Antão, tenho certeza!

beijo, beijo, e beijo com muito talco p/ os três!!