sexta-feira, 30 de março de 2007

Somos Pós ??


BOOM! BOOM!
Esse é o barulho inicial e continuo
Da Pós-Modernidade.

Eu disse Pós-Modernidade,
A quebra de todos os
Conceitos da modernidade, arte que revolucionou a realidade.

Xiuuuuuu!
Agora homens e mulheres
Estão trancados em seus apartamentos.
Assistem a realidade pela televisão ou internet.

Estão todos conectados na atualidade,
Porém estão trancados em suas jaulas.

Individualismo!!!

Isto é conseqüência do rompimento e
Do esquecimento de conceitos revolucionários.

Porém somos mais que Pós-Modernos.
(Espero eu)
Porque somos Uni.
Porque somos Versos.
Porque pertencemos ao Universo.

Seremos causa para depois sermos efeitos.

Misturam-se as realidades.
E Einstein mostrou a Teoria da Relatividade.

Dependemos de algo para sermos o que somos.

Porém a Pós-Modernidade apaga isto de nossas mentes!

Aqui, agora dependemos de dinheiro e tecnologia
Para sermos cidadãos pertencentes à sociedade.

Pós-Modernidade.
O Moderno só nos traz conforto.
Nos traz o aborto.
O aborto de nossas vidas.

Essa poesia foi escrita por mim no dia 16 de maio de 2003

6 comentários:

Anônimo disse...

Menina Mari, q saudade dos seus textos! continue assim, surpreendendo... nesta nossa nova era pós-modernidade... são as surpresas q nos mostram a verdadeira realidade... (depois de ler seu texto fiquei até poético, viu...rsrs)
Beijão
Fettinha!!

João Prado disse...

Que coisa linda... você e sua poesia!

Bruno disse...

a era pós-neo-tudo
q comemoram os artistas plásticos
os designers, publicitários,
cujos teóricos
deleuze e cia
é uma farsa.
a mari disse...
o einstein deu mais concistência
à nossa consciência
e = mc2
a bomba atomica inaugura a era pós-neo-tudo? ou é o ápice moderno?
einstein = eisenstein!
quis mudar tudo
mudei tudo
agora pós-tudo
ex-tudo mudo.

abraço, mari. texto bacana!
e antigo né?
antes dos pós-neo...

bj.br.

Mari disse...

antigão, de 2003!!!
Na época que era viciada no livro O Enigma do Universo. Já leu ? É surreal, é sobre Einstein!!! Acredito que já saimos da pós modernidade, em todas as artes. depois falamos disso. Tá afim de in Benedito sábado ? Passamos no Bovo antes. beijo!

Delgas disse...

Me lembro desse daí...

Inclusive daqueel livrinho do Eistein e do tempo... épocas de Pio ahaahhaha!! Agora sim... sempre poste os poemas pa gente.

Um beijo, pós-bigode, Delgas.

Mo disse...

me surpreedi...
tô adorando seus textos!