segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

As companheiras de crime

Elas estão na frente da Catedral Santa Maria Del Mar. Esperam sem nenhuma paciência a outra mulher sair da igreja. A morena fuma um cigarro atrás do outro e a loira come compulsivamente chicletes de melancia. Elas não conversam, apenas olham a cada minuto o relógio. O tempo corre e a mulher não sai. Até que a loira joga o pacote de chicletes no chão e entra na igreja. A morena acende outro cigarro e começa a andar de um lado para o outro. A loira aparece com a outra morena pelas as escadarias da igreja. A outra morena desce devagar segurando uma pá e uma rosa. A morena fumante abraça fortemente a outra morena e a loira. Só uma chora. A mesma que arremessa a rosa longe. As duas entregam as novas pistolas para ela. Mal sabia que a sua nova paixão era atirar. As três sobem em suas motos e disparam os três tiros. O crime começou semana passada. Mais de 30 tiros foram disparados por elas. Os feridos ainda não se identificaram. E ainda não há rastros do local do crime.

4 comentários:

Zizia disse...

Esse foi o melhor blog escrito ate o momento!!!!!!!!!!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Duas mulheres e um destino!!! Tudo o que eu queria ter no momento eh uma pistola na mao!!! E assim comeca um novo capitulo de um novo blog.

Anônimo disse...

CA-RA-LHO! Acho que acaba de nascer um novo blog...ou uma nova novela das 20:00...ATIRADORAS DE ELITE...vai com fé que esse tem futuro! Que criatividade! (Zizia, não foi o melhor BLOG escrito, MAS O MELHOR POST, ANTA!)

Atiradora não identificada disse...

hahahahahaa

Vcs juntas na balada não dá certo!!! Muita história para pouco cenário!!!

Kel disse...

Sei quem sao essas figuras, mas confessa que quando tu escrevia "morena" nao lembrou da "morena" daquela noite na Maria Cubi? Partindo el culo, vc e eu, das histórias da mulher?
Beijo!