quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Desabafo, anjo e el niño de pijamas

Num dia em que muita gente te pede conselho, eu dou conselho para aquele que não quer ouvir. Na verdade não é conselho, é história. História que passou, que marcou e que machucou. A raiva só passou depois de 3 meses rezando quase todos os dias em desespero. Não é bom sentir raiva de alguém, bom mesmo é desejar sorte e sentir-se leve. Mas hoje, a casa caiu. Não para mim. Mas para alguém que devo. O anjo. O anjo que se abasteceu de raiva e de querer retribuir o que não se deve retribuir. Sacudo. Hoje é ele que precisa ser sacudido, não eu. Sacudo e imploro: me escuta!!! Sei que tenho menos 20 anos que você, mais isso aconteceu comigo. E vocês só vão se machucar, sociedade é assim. Se ele te cutuca, você sai por cima. Essa é a regra, por mais que seja difícil. Mas mesmo assim, ele não me escuta e vejo o anjo quase caindo no chão, sem asas para voar. A última tentativa: Já viu o filme El Niño de Pijamas con Rayas? Então, você não precisa fazer nada. A vida já faz. E ponto. Mas o anjo está cego, assim como eu estava. E isso me parte o coração. Sabe por quê? Porque ainda lembro da última ligação que recebi antes de pegar o avião pra cá. Seja humilde, dizia ela, seja humilde. Ela já tinha me ensinado isso, além de milhares de outras coisas que já me ensinou na vida. Mas essa frase entrou dentro do meu corpo e fez-se do meu corpo e da minha mente. Seja simplesmente humilde....E foi a humildade que lhe faltaram....

Um comentário:

Kel disse...

Aiiiiii...queria saber de quem vc tá falando...me conta depois?
Bjo!
Obs.: a história Kele e Joselito ainda tem muitos capítulos para desenrolar ate dezembro...